Sobre o ano que nos espera e algumas tradições escatológicas

Feliz anus novus (Reprodução / Magda Ehlers)

A calefação está ligada, mas meus dedovskis estão congelados enquanto escrevo. Eis então que é 2021, o Ano Depois Daquele Que Não Terminou. Ou que não existiu, não vivimos, um ano perdido –como escuto muita gente dizer. Ainda estou vivendo aqueles dias iniciais troca-turno, escrevendo 2020 no automático, meus dedovskis congelados ainda viciados na simétrica […]

Leia Mais

Celebração nos tempos do vírus, ou: de Bangladesh, com amor

Mergulhando em Tamarit, praia ao sul de Barcelona, depois de terminar a quimioterapia –e a anêmona is for real (Raül Cendón Soler / Divulgação)

Ela abre um sorriso branquíssimo por trás das pilhas de bandejiñas de abóbora (outono na zoo-ropa, época de abóbora), salsinha, funcho. — Funcho, Susana?? Quequé isso?? –me pergunta uma amiga no Whatsapp, quando vou lhe contando a historieta de um dia qualquer em Barcelowna owna owna. Mas voltando à cena. A moça da quitanda me […]

Leia Mais

Uma história de amor em Ibiza

Tráspas e Torijano em Ibiza (Reprodução – Susana Bragatto / Folhapress)

Eu caminhava pelas ruas medievais do centro histórico de Eivissa, capital de Ibiza, cantarolando “Eu só quero você” do Pepeu por baixo da minha máscara de neoprene negra, quando os vi. Altos, belos, em branco e negro. Casal. Segurando um bebê. Apaixonados –parecia, sonhei, imaginei. Dalt Vila (“cidade alta”, em ibicenco, cercada por muralhas do […]

Leia Mais